Confabulando Ilusões

O portal da alma, a voz do coração.

As 10 melhores trilhas sonoras do Cinema

em 24/02/2013

Sabe quando você precisa ler aquele texto impossível e escrever uma dissertação sobre ele? Ou aquela peça publicitária que para ser aceita, precisa fazer o cliente chorar (e você tem 3 dias pra isso)? Então, gostaria de avisá-lo que isso é “fácil, extremamente fácil, pra você e eu e todo mundo cantar junto. Sim, amig@, porque você não faz ideia do quanto foi difícil fazer essa lista.

A trilha sonora é tão importante quanto o próprio filme: há filmes que foram eternizados pela trilha certa (“I’m singing in the rain, just singin’ in the rain… sim, você já lembrou o filme em que esta música aparece!).

E esta lista não está recheada apenas de meu humilde gosto: foi realizada uma pesquisa rigorosa, com votos rigorosos que excluíram algumas trilhas das quais eu faço rituais de adoração. Perceberam o porquê de ter sido tão difícil?

Mas vamos parar de suspense e here we go:

 

10 – Requiem for a Dream (2000)

Diretor: Darren Aeronofsky

Compositor da trilha: Clint Mansell

A parceria de Darren e Clint resultou numa trilha única e inesquecível! Isso porque ainda não falamos especificamente do filme: Jared Leto está fantástico, a Jennifer Connelly e a Ellen Burstyn são só elogios (e prêmios), o roteiro é de impressionar… Car@s, esta é a prova de que duas cabeças realmente pensam melhor que uma.

http://www.youtube.com/watch?v=22ut_pzoWgY

 

09 – Laranja Mecânica (1972)

Diretor: Stanley Kubrick

Compositor da trilha: Henry Purcell

Perturbador, “Laranja Mecânica” pode ser encarado como um retrato da nossa sociedade, onde a violência parece não haver limites e o horror se torna uma característica no cotidiano. Obviamente, a trilha sonora que acompanha essa obra não poderia ser menos: Henry Purcell, um dos maiores compositores britânicos da história, compondo “Funeral of Queen Mary’s” em 1695, sendo sua última obra à realeza antes de sua morte, também em 1695.

http://www.youtube.com/watch?v=YABw-ksikLA&feature=fvwrel

 

08 –  Forrest Gump (1994)

Diretor: Robert Zemeckis

Compositor da trilha: Alan Silvestri

Não poderia faltar! Quem nunca ouviu um “Run, Forrest, Run!” ou fez uma paródia disso nas redes sociais (ou em qualquer lugar)? É um filme lindíssimo e sua trilha, não fica atrás, sendo sempre lembrada com carinho e muito gosto.

http://www.youtube.com/watch?v=VWoUcB7y4hw

 

07 – Pulp Fiction (1994)

Diretor: Quentin Tarantino

Compositor da trilha: Não há composições próprias para o filme.

Um clássico dos clássicos! Quentin escolheu as trilhas a dedo, usando muito do pop underground, surf music, rock’n’roll, soul e de nomes como Dusty Springfield, Dick Dale (que o Black Eyed Peas regravou, fez o maior sucesso e você nem sabia que era do Dick Dale!) e Urge Overkill, eternizando cada momento. Mais uma vez, Tarantino mostra que apesar de sempre receber fortes críticas, sabe surpreender.

http://www.youtube.com/watch?v=D5OHrQYwRac

http://www.youtube.com/watch?v=A9FLqDZDDsg

 

06 – O Fabuloso Destino de Amélie Poulain (2001)

Diretor: Jean-Pierre Jeunet

Compositor da trilha: Yann Tiersen

A atuação de Audrey Tautou é brilhante neste filme. Não só a atuação, mas tudo é notável: a fotografia, as cores fortes que definiram o filme e o marcou e… a trilha sonora! Que muita gente é apaixonado pela trilha dessa obra, é inegável! A melodia francesa parece dar um outro brilho, encaixando tudo perfeitamente, como se fossem peças de lego. Dá pra sentir-se na França sem precisar sair de casa: é só usar fones de ouvido!

http://www.youtube.com/watch?v=gFmYAEj0uJA&feature=fvsr

 

05 – Jurassic Park (1993)

Diretor: Steven Spielberg

Compositor da trilha: John Williams (The Man!)

Se você falar que nunca viu esse filme (principalmente na Tela Máxima almoçando macarronada ou lasanha), você é o maior mentiroso da história. Jurassic Park cativou milhões e tem legião de fãs até hoje! E sua trilha, é considerada a melhor da História do Cinema! Pra variar, não é John Williams?

http://www.youtube.com/watch?v=g_JEgwuo1oU&feature=fvwrel

 

04 – Star Wars (1977)

Diretor: George Lucas

Compositor da trilha: John Williams (The Man again!)

John Williams de novo, mostrando que ele é mestre. De novo. E o que seria do Darth Vader sem sua “Marcha Imperial”? E o que seria da abertura clássica apresentando os próximos episódios sem seu tema único? Você pode ouvir em qualquer lugar, que você vai lembrar do filme. Mas você não imagina Star Wars sem outra trilha sonora! (E é o toque do meu celular, HEHE)

http://www.youtube.com/watch?v=sFvQOc4xS2k

http://www.youtube.com/watch?v=EVsbhqlyRSk&feature=fvwrel

 

03 – O Poderoso Chefão (1972)

Diretor: Francis Ford Coppola

Compositor da trilha: Enio Morricone e Nino Rota

A Família Corleone precisava ser muito bem representada para que fosse inesquecível. Então, Enio e Nino receberam uma proposta irrecusável: de criar a trilha que fosse responsável por ser eterna e marcar seguidas gerações. Os cinéfilos idolatram!

http://www.youtube.com/watch?v=1aV9X2d-f5g&feature=player_embedded

 

02 – Senhor dos Anéis (A Trilogia) – (2001)

Diretor: Peter Jackson

Compositor da trilha: Howard Shore

Um épico do cinema. Fãs da Terra-Média enlouquecem com a obra que rendeu cerca de 3 bilhões de dólares! Peter estudou Tolkien e seus livros minuciosamente para retratar toda a sua obra fielmente, desde o detalhe de uma folha da árvore que fica no Condado até as vestimentas, personagens, cenário e tudo mais que você pode imaginar. E entregou confiante nas mãos de Howard Shore a missão de compor sua trilha. O resultado foi triunfal: Howard escreveu aproximadamente 24 horas de música para “O Senhor dos Anéis”. Foi tão marcante e tão fantástico que “O Retorno do Rei” superou as vendas de bilheteria de “Titanic” e “Tubarão”. Tolkien, que é eterno pelas suas inigualáveis obras, é eterno também no cinema, graças ao bom trabalho de Peter Jackson e Howard Shore.

http://www.youtube.com/watch?v=qy-OP9rGFJE

http://www.youtube.com/watch?v=2jJnyyta07k

 

01 – 2001 – Uma Odisseia no Espaço (1968)

Diretor: Stanley Kubrick

Compositor da trilha: Richard Strauss, György Ligeti, Johann Strauß, Aram Khachaturyan

Diálogos mínimos, toda a sorte de efeitos visuais, cenas que arrepiam, acompanhadas de pérolas da música só poderia resultar neste filme. Kubrick inicialmente foi forçado a escolher um compositor, mas rejeitou Jerry Goldsmith e Alex North, já que sua ideia era usar música clássica. E eu preciso dizer que isso deu mais certo do que qualquer outra obra no cinema? “2001 – Uma Odisseia no Espaço” tornou-se memorável, um símbolo de beleza e irreverência! Há milhares de referências às trilhas “Also Sprach Zarathrustra” e “O Danúbio Azul”. Kubrick conseguiu fazer mais um – grande – marco na história da 7ª arte, definitivamente.

http://www.youtube.com/watch?v=MppqUUYDqWQ

 

E você, o que achou? Gostou, não gostou? Concorda, discorda ou muito pelo contrário?

Então não fique acanhado! Dê sua opinião e nos envie sua lista com as 10 melhores trilhas sonoras do Cinema! =D

Anúncios

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: